• adautossilva

'Tribunal do Crime' não entrou em recesso e determinou matar: foram 35 mortes violentas em 7 dias

O tribunal do crime não tem recesso e pelo que tudo indica trabalhou e muito neste início de 2020. Somente nos sete primeiros dias do ano ocorreram em Manaus 35 mortes violentas, onde a maioria delas apresentou requintes de crueldade e outras foram execuções, o que leva a crer, terem sido mortes encomendadas pelo narcotráfico como forma de acertos de contas.

Somente os homicídio violentos representam 48% do total que foi registrado ao longos dos 31 dias de janeiro de 2019 na capital, que foi de 73.

Os dados comparativos são do monitor da violência, criado pelo G1, que aponta que em janeiro de 2019, a média era de 2,3 mortes por dia. Este ano, nesta única primeira semana, a média está em cinco. As mortes levantadas são referentes a mortes violentas - que incluem homicídio, latrocínio ou lesão corporal seguida de morte. Segundo levantamento do G1, neste sete primeiros dias de 2020, foram 35 mortes em Manaus - todas com base nos registros feitos pelo Centro Integrado de Operações e Segurança (CIOPS), Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) e o Instituto Médico Legal (IML). Em janeiro todo o mês de 2019, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-AM), Manaus teve 73 mortes violentas. Mortes violentas em Manaus Em uma semana, capital chega a 48% de números de registros em relação a todo janeiro de 2019

©2019 Portal de Notícias@.com / Por Adauto Silva

  • Ícone preto do Facebook
  • Ícone preto do Twitter
  • Ícone preto do Pinterest
  • Ícone preto do Instagram