• adautossilva

Solenidade marca a volta às aulas de 440 mil alunos na capital e interior

Governo do Amazonas inicia ano letivo com 440 mil estudantes na capital e no interior

Aulas iniciam nesta quinta-feira (06/02); Ensino Mediado por Tecnologia inicia no dia 2 de março

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Educação e Desporto, inicia o ano letivo de 2020, nesta quinta-feira (06/02), com 440 mil estudantes matriculados em 599 instituições de ensino da rede pública estadual. Segundo o secretário interino de Estado de Educação e Desporto, Luis Fabian Pereira Barbosa, a pasta inicia os trabalhos preparada para cumprir seu dever de dar assistência à rede, incluindo distribuição de uniformes, kits de material escolar e formação de professores.

A abertura oficial das atividades escolares aconteceu na manhã desta quarta-feira (05/02), durante cerimônia que marcou, também, o encerramento das atividades da Jornada Pedagógica na capital. A solenidade aconteceu nos espaços do Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques (CCAVV), zona centro-sul de Manaus, e reuniu cerca de 1,6 mil educadores, dentre coordenadores distritais de Educação, gestores, pedagogos e professores.

O secretário interino de Educação, Luis Fabian Pereira Barbosa, garantiu que o ano letivo foi bastante planejado pelo Governo do Amazonas. Um dos exemplos é que, após cinco anos, a rede volta a fornecer uniforme escolar aos alunos da rede estadual de ensino. “O que vamos assegurar [esse ano] é algo que não fazemos há muito tempo, e nada mais é que nosso dever garantir que todas as salas de aula tenham professores, que a merenda escolar seja distribuída de forma adequada, que o transporte escolar funcione e que, depois de tanto tempo, que nossos estudantes tenham acesso a uniforme e material escolar”, destacou o secretário interino de Educação.

“A determinação do governador Wilson Lima foi que iniciássemos o ano letivo de 2020 com absolutamente tudo necessário para garantir que o professor possa entrar em sala e ministrar a sua aula adequadamente. Para evitar que os professores tenham que se preocupar com questões administrativas que há muito tempo atormentam, como falta de material pedagógico e didático, merenda e uniforme escolar”, destacou Luis Fabian.

Além de Luis Fabian, o evento contou com a participação dos secretários executivos adjuntos da Capital, Arlete Mendonça; de Gestão, Rosalina Lobo; do Interior, Ana Maria Araújo; e Pedagógico, Raimundo Barradas.

Planejamento - Até março, a secretaria inicia a distribuição de fardamento e kits escolares, que serão garantidos pelo Governo do Estado após 4 anos. Além disso, neste ano, cerca de 3,7 mil profissionais aprovados no concurso público de 2018 vão iniciar as aulas. As convocações e o Processo Seletivo Simplificado garantem professores em sala de aula.

O ano letivo inicia, ainda, com mais de 300 unidades de ensino revitalizadas, com investimento de mais de R$ 70 milhões feito ao longo de 2019. Para 2020, a Secretaria de Educação planeja alcançar, no primeiro semestre, outras 190 unidades de ensino com serviços de revitalização, manutenção e pintura.

Para atender todo o Amazonas, está previsto um investimento da ordem de R$ 105 milhões para a alimentação escolar.

Jornada Pedagógica - A cerimônia desta quarta-feira (05/02) celebrou, também, as atividades da Jornada Pedagógica da Secretaria de Educação. Desde segunda-feira (03/02), todas as unidades de ensino da rede estadual têm recebido gestores, pedagogos e professores para ações de integração e estudos voltadas à equipe escolar. A iniciativa visa fortalecer o processo educativo do Amazonas, por meio da análise de indicadores educacionais, valores e cultura das escolas.

O secretário executivo adjunto Pedagógico, Raimundo Barradas, define a abertura do ano letivo e a Jornada Pedagógica de 2020 como momentos de planejamento efetivo. “É um período significativo de formação, informação e acolhimento dos professores e alunos da rede estadual de ensino. Todas as escolas estaduais estão devidamente planejadas e com suas atividades ancoradas no Referencial Curricular Amazonense e na BNCC”, defendeu Raimundo Barradas.

Para a gestora da Escola Estadual Rilton Leal Filho, Aldeíza Oliveira, a Jornada Pedagógica é fundamental para que o ano letivo ocorra da melhor maneira possível. “É nesse momento em que preparamos todas as ações que acontecerão neste ano, não tem como deixar de ter [essa atividade]. A Jornada tem sido muito produtiva em nossa escola: pontuamos os resultados de 2019 e, com base neles, planejamos atividades futuras. Desta forma, acreditamos que 2020 será um ano muito importante e que proporcionará a realização de todas essas ações, que estão muito bem fundamentadas”, acrescentou Aldeíza.

Mudanças - Todos os anos, a Jornada Pedagógica possui um tema diferente e, em 2020, as formações trabalharam os desafios para implementação da nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC) na rede estadual. O documento, que será implantado no próximo ano, começará a ser tratado pelas unidades de ensino Estado nos 200 dias letivos.

Gestora do Centro Educacional de Tempo Integral (Ceti) Engenheiro Professor Sérgio Alfredo Pessoa Figueiredo, Amarilis Barroso acredita que a temática precisa ser amplamente trabalhada com os professores da rede estadual. “É de suma importância que tenha sido abordado este tema. A BNCC funciona como uma lei e precisa ser trabalhada e adequada, ela atua como um alicerce para tudo. O professor tem que se inteirar completamente sobre que a Base traz para nos orientar e internalizar a sua relevância”, completou Amarilis.

Segundo o professor Jean Ferreira, da Escola Estadual de Tempo Integral (EETI) Bilíngue Professor Djalma da Cunha Batista, há uma grande expectativa com relação à nova BNCC. “Vamos começar a trabalhá-la, agora, para que no ano que vem estejamos bem mais fortalecidos neste sentido. Espero que tudo transcorra bem, neste ano, com as escolas do Estado”, finalizou Jean.

Durante a solenidade no CCAVV, cerca de 1,6 mil educadores presentes puderam conferir uma palestra com Lilian Bacich. A doutora em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano (USP) e mestra em Psicologia da Educação ministrou um bate-papo sobre “BNCC e os novos rumos da Educação no Amazonas”.

FOTOS: TÁCIO MELO / SECOM

CONTATO: Assessoria de Comunicação do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam): Carla Yael (2126-7488 e 99372-7222 e 98121-4008).

©2019 Portal de Notícias@.com / Por Adauto Silva

  • Ícone preto do Facebook
  • Ícone preto do Twitter
  • Ícone preto do Pinterest
  • Ícone preto do Instagram