• adautossilva

Populares invadem delegacia, matam, esquartejam e queimam corpo de estuprador de menina de 11 anos

Revoltados com a morte por asfixia e estupro da menina Elcliane Nascimento, 11 anos, crime

ocorrido na tarde de quinta-feira, 16/01, populares invadiram a delegacia de polícia do município de Fonte Boa, localizada no alto rio Solimões, retiraram da cela o acusado do crime e após matá-lo a pauladas e pedradas, esquartejaram o corpo e queimaram em uma grande fogueira feita na frente da delegacia.

Ronaldo Gomes Borges, 28, que teria confessado o crime para a mulher dele, fugiu mas foi capturado em uma estrada do município. O homem estava preso em uma das celas da delegacia e segundo a polícia seria encaminhado para um presídio da capital por questões de segurança.

Viaturas da Polícia foram queimadas e o prédio teve a fachada destruída durante a invasão popular

Na noite desta sexta-feira, 17/91, após boatos de que uma lancha estaria no rio aguardando para fazer a transferência do estuprador para o presídio de Tefé, de onde seguiria depois para a capital, a população se revoltou e resolveu invadir a delegacia para executar o estuprador e fazer justiça com as própria mãos.

Segundo relato de moradores da cidade, houve confronto com a polícia, Populares jogavam pedras paus e atiravam fogos de artifício na direção do prédio. Os policiais reagiram, atiraram usando balas de borracha, mas não conseguiram conter a fúria popular.


Vídeos com imagens forte! http://adauto.home.blog/2020/01/18/terror-em-fonte-boa-no-amazonas/


VEJA O CASO

Tarde de quinta-feira, 16/01

A pequena cidade de Fonte Boa localizada no alto rio Solimões, entrou em pânico no início da noite desta quinta-feira, 16/01, após saber do crime de morte e estupro de uma menina de 11 anos. O crime ocorreu na casa do acusado de cometer o crime, no Bairro Belarmino Lins, onde a menina estava, ajudando a proprietária a fazer algumas tarefas.

Suspeito do crime foi preso


O vendedor ambulante Ronaldo Gomes Borges, 28, foi preso acusado de estuprar e matar Elcliane Nascimento Duarte, uma menina de 11 anos, que estava na casa do acusado ajudando a companheira dele na confecção de bolos e salgados.

Ronald teria oferecido R$ 40,00 para a menina fazer sexo com ele, com a negativa da garota, ele agarrou a jovem pelo pescoço, asfixiou e praticou sexo com ela. A criança veio a óbito e após a consumação do estupro e perceber que a vítima estava morta, o acusado escondeu o corpo embaixo da cama do casal e foi jogar bola. No retorno Ronald teria contado o crime para sua companheira e pediu pra ela não contar nada pra ninguém, que ele iria enterrar o corpo no quintal da casa. Assustada a mulher foi até o quarto e ao ver o corpo da menina, procurou a família da vítima e contou o ocorrido. Os familiares tiraram o corpo da menina que estava no quarto da residência debaixo da cama, com sinais de estrangulamento e estupro.


A policia foi acionada e horas depois encontraram o suspeito do crime fugindo na estrada da Baré, naquele município. Foi grande a movimentação de populares revoltados em frente a delegacia do município. Por motivo de segurança

©2019 Portal de Notícias@.com / Por Adauto Silva

  • Ícone preto do Facebook
  • Ícone preto do Twitter
  • Ícone preto do Pinterest
  • Ícone preto do Instagram