• adautossilva

Piratas do rio atiram contra comunidade em represália à prisão de membro do Bando preso

Medo!, essa é a palavra que expressa o sentimento das famílias da Vila do Jacaré, zona rural de Manacapuru, após serem atacadas na noite desta quinta-feira, 05, por piratas do rio Solimões. Segundo moradores da Vila, que preferem não se identificar com medo de mais represálias, após a prisão no dia de ontem, de um membro da quadrilha que atua na área praticado roubos, membros do bando voltaram durante a noite à comunidade e tocaram o terror, como represália pela prisão do comparsa.

Na manhã desta sexta-feira (06), a PM teve acesso a informações de que o restante do bando que conseguiu escapar, voltou na noite de ontem à casa da família que denunciou o crime e realizaram ameaças e vários disparos de arma de fogo, em seguida fugiram.

Uma equipe da Policia Militar faz buscas para tentar localizar esse bando que seria composto por quatro homens que estaria tocando o terro na Vila do Jacaré, as suspeitas é que eles estejam embrenhados na mata no entorno da vila.

A PRISÃO Após a denuncia às autoridades na manhã desta quinta-feira, policiais Militares do 9º Batalhão de Manacapuru se deslocaram até a Vila do Jacaré, para averiguar a denúncia sobre um bando que estaria cometendo assaltos no local, ao chegar na vila, os policiais tiveram pistas sobre o paradeiro dos suspeitos, que conseguiram fugir, sendo capturado apenas um dos envolvidos identificado como Felipe da Silva Rolemberg (27). Na residência que servia de esconderijo do bando, os policiais encontraram uma espingarda calibre 20, além da uma lancha com um motor de polpa que possivelmente era usado para a prática criminosa, e ainda vários objetos que tinham sido roubados de uma residência na Vila. O suspeito foi trazido e apresentado na Delegacia de Manacapuru onde foi autuado por roubo majorado.

©2019 Portal de Notícias@.com / Por Adauto Silva

  • Ícone preto do Facebook
  • Ícone preto do Twitter
  • Ícone preto do Pinterest
  • Ícone preto do Instagram