• adautossilva

Piratas atacam aposentado de 62 anos que se fez de morto para escapar 

Antônio Sena da Costa, 62, vigia de um flutuante localizado no Paraná do Paratarí, comunidade Sempre Viva, zona Rural de Manacapuru, foi vítima de tentativa de latrocínio, (roubo seguido de morte), na madrugada desta sexta-feira. Segundo o aposentado ele dormia no flutuante e quando acordou um homem apontava uma arma de fogo pra ele anunciando o assalto. Assustado Antônio disse que entrou em luta corporal com o invasor, quando um segundo homem apareceu e lhe desferiu um golpe na cabeça.

"Eu cai sangrando muito, eles me amarraram e eu ouvia eles dizendo, agora vamos te matar e me batiam mais ainda, até que fiquei quieto na poça de sangue que saia da minha cabeça e parece que ele acharam que eu tava morto, me arrataram pro outro cômodo e me deixaram lá", contou o idoso.

Segundo o vigia, os ladrões roubaram uma televisão, um motor e outros objetos pequenos que ele não soube descrever.e fugiram no bote na canoa que chegaram ao flutuante.

Horas depois seu Antônio cinseguiu se desamarrar, buscou ajuda dos vizinhos e pela manha foi levado para a sede do munícipio onde recebeu atendimento médico. Um morador da comunidade que preferiu não se identificar, contou à nossa reportagem que problemas de assaltos naquela região se intensificaram após ter chegado por lá um homem que segundo ele, usa tornozeleira eletrônica e supostamente deve ser foragido da polícia. "Foi só aquele cara aparecer por lá, começou isso, ele é mal encarado e usa aquela pulseira na perna, ele só pode tá foragido pra tá num lugar daquele distante, comentou. Seu Antônio Sena ficou de registrar BO-Boletim de Ocorrencia.

©2019 Portal de Notícias@.com / Por Adauto Silva

  • Ícone preto do Facebook
  • Ícone preto do Twitter
  • Ícone preto do Pinterest
  • Ícone preto do Instagram