• adautossilva

MPU - Homem toca fogo na mulher após bebedeira e se queima na ação




Após serem ajudados por vizinhos, marido e mulher com queimaduras foram encaminhados de ambulância ao hospital de Manacapuru. Enquanto aguardava para receber atendimento, o marido fugiu do hospital, o que supostamente caracterizou que foi ele que provocou o incêndio



Segundo vizinhos o casal bebia na noite de quarta-feira, 26/05, e parecia estar tudo bem, porém durante a madrugada, a dupla que mora em uma estância no bairro de São José, em Manacapuru, assustou os moradores do local com gritos de socorro.



Os moradores do quarto ao lado foram acordados com os gritos de socorro da doméstica identificada por Daiane. Apesar das queimaduras a mulher conseguiu abrir a porta e sair para receber ajuda, já o marido dela, identificado por Tiago estava dentro da casa com queimaduras.


Antes da bebedeira a vítima teria contado ao companheiro que foi até a casa da mãe, ver seu filho e que lá estava o Ex. Depois da bebedeira o homem colocou o ciume pra fora e tocou fogo no colchão e na mulher. "Escutei ele dizer, tu não vai ser minha, mas também não vai ser de ninguem", aí eu senti foi a quentura e me acordei pegando fogo junto com o colchão", contou a vítima.

Daiane foi socorrida pelos vizinhos que apagaram o fogo, que além de queimar o corpo da mulher, incendiava o colchão do casal.


Informações colhidas no local dão conta de que o casal teria brigado depois da bebedeira e Thiago teria tocado fogo na mulher enquanto ela dormia. No local a Polícia encontro o vídro de acetona supostamente usado para iniciar o fogo. A suposição é que durante a ação, a mulher acordou e o marido tenha se ferido também, o que fez com que ele não deixasse o local, vindo a fugir posteriormente do hospital.



A polícia foi acionada e o casal foi conduzido ao hospital Lázaro Reis, onde recebeu atendimento. Durante os procedimentos Tiago fugiu do Hospital e não mais foi encontrado para dizer como está seu estado de saúde ou falar sobre o suposto incêndio.


Daiane que continua internada ainda não tinha sido ouvida pela polícia Civil, devido ao seu estado de saúde.


A PC investiga o suposto crime.


©2019 Portal de Notícias@.com / Por Adauto Silva

  • Ícone preto do Facebook
  • Ícone preto do Twitter
  • Ícone preto do Pinterest
  • Ícone preto do Instagram