Buscar
  • adautossilva

Madeireiros voltam a ser presos em Manacapuru e Manaus




A Polícia Civil do Amazonas cumpriu na última quinta-feira, 16/07, mandados de prisão contra empresários do ramo madeireiro de Manacapuru e Manaus.




Os mandados foram contra empresários que tinha sido presos no início de junho, durante operação contra a extração e comercialização de madeiras de lei, crime que segundo a Secretaria de Segurança do Estado, pode ter derrubado cerca de 9 mil árvores da mata nativa do Estado.


Em Manacapuru a PC conseguiu cumprir 3 dos seis mandados de prisão de empresários locais e trabalha agora para a prisão ou rendição dos outros três empresarios, ainda em liberdade. Os empresários da madeira presos não tiveram os nomes divulgados.


Em Manaus 4 dos cinco mandados tinham sido cumpridos até ontem.



A Operação 02 de junho

Policiais civis e militares cumprem 35 mandados de prisão temporário em Manaus e Manacapuru na Operação Amazônica de combate a desmatamento e comércio ilegal de madeira no estado. Segundo a Polícia Civil, a organização criminosa extraíu algo em torno de 9 mil árvores centenárias de regiões de mata nativa de Manacapuru (a 86 quilômetros de Manaus).

Espécies como castanheira, cupiúba, seringueira, angelim, sumaúma, cedro e muiratingas eram extraídas e comercializadas ilegalmente nas duas cidades.

©2019 Portal de Notícias@.com / Por Adauto Silva

  • Ícone preto do Facebook
  • Ícone preto do Twitter
  • Ícone preto do Pinterest
  • Ícone preto do Instagram