• adautossilva

Halo Solar: Fenômeno Solar visto hoje em Manacapuru

Halo Solar. O fenômeno forma um círculo multicolorido em volta do astro rei e é responsável por deixar o cenário ainda mais bonito.

Em alguns casos, ele pode aparecer duplamente.

O que mais chama a atenção no halo solar é a sua beleza. A intensidade das cores depende muito da localização do observador, mas há casos que elas são vivas e incríveis. Porém, o fenômeno é considerado raro por especialistas: é preciso ter as condições exatas e muita sorte para apreciar um. Saiba mais!

Belezas do halo solar Quando ele aparece chama a atenção das pessoas, que tiram fotos e filmam o fenômeno. O Sol com bordas coloridas e vibrantes é algo que encanta e causa curiosidade. Ele costuma dar o ar da graça em períodos secos, quando o céu está sem nuvens muito densas. Isso facilita a observação do fenômeno que, em contraste com o céu azul, fica ainda mais belo e admirável. No Brasil, foram registrados recentemente halos solares na capital federal, Brasília; na cidade de Rio Bananal, no Espírito Santo; em Pindorama do Tocantins, no Tocantins; e no município de Camamu, na Bahia. Um espetáculo para os moradores dessas regiões que registraram tudo por meio de celulares e câmeras. Em pouco tempo, as redes sociais estavam cheias de referências aos anéis coloridos.

Formação do halo solar O halo solar é um fenômeno óptico que acontece na troposfera, que é a camada mais baixa da atmosfera terrestre, com espessura de 12 km podendo alcançar até 17 km de altura. Para que ele se forme é preciso algumas condições. A primeira é que haja cristais de gelo na atmosfera terrestre, pois são eles que vão funcionar como espelhos das luzes, causando a dispersão dos raios solares. Portanto, quando a luz do Sol é refletida e refratada por esses gelos minúsculos acontece o fenômeno. Essa refração é quando há uma mudança de direção e velocidade da luz ao passar de um lugar para outro. Nesse caso, são os cristais presentes na atmosfera que fazem esse desvio. Eles funcionam como pequenos prismas que recebem a luz branca e a dividem em cores primárias. Daí surge uma espécie de arco-íris, que é bastante apreciado.

©2019 Portal de Notícias@.com / Por Adauto Silva

  • Ícone preto do Facebook
  • Ícone preto do Twitter
  • Ícone preto do Pinterest
  • Ícone preto do Instagram