Buscar
  • adautossilva

Foram 5 horas de espera para que os primeiros atendimentos chegassem à criança acidentada

O valor de uma vida que vale quaisquer esforços. Criança acidentada recebe atendimento após 5 horas de rio a dentro, vítima mora no Parque Nacional do Jaú

Nesta quarta-feira a Defesa Civil de Novo Airão prestou atendimento à uma vítima de acidente domiciliar em comunidade rural distante 5 horas de viagem em lancha rápida.

Com apoio da secretária de saúde do munícipio, uma lancha rápida de 225 Hp, foi disponibilizada e a viagem foi feita durante 5 horas até a comunidade Tambor, dentro do Parque Nacional do Jaú,.zona rural de Novo Airão.

Segundo a DC a vítima foi uma criança de 3 anos de idade, que ao descer a escada junto com sua mãe, acabou escorregando e teve a coxa esquerda cortada por um pedaço de madeira. Um corte de aproximado 12 cm. Márcio Cavalcante coordenador da Defesa Civil do munícipio, relatou a gravidade do acidente e a logística para chegar ao local. "Um cm a mais de profundidade teria pego a artéria femural e a criança poderia vir a óbito. Chegamos na sede do município às 2 horas da manhã e a ambulância já estava no aguardo. A criança e a mãe foram encaminhadas para unidade hospitalar para receberem atendimentos especializados. Esse é um trabalho difícil mas é o nosso dever, mas mesmo assim vale agradecer a confiança e respeito em nossos trabalhos, a confiança da secretaria de saúde pela liberação do combustível, a unidade hospitalar por ter cedido materiais que foram utilizados durante a remoção da criança, ao senhor Di proprietário da lancha Ingreds que se disponibilizou em nos levar até a comunidade para o resgate e ao prefeito Frederico Júnior e Baliza por continuarem confiando e respeitando todos os trabalhos realizados pela defesa civil, sem eles nada poderíamos fazer", relatou MC.

©2019 Portal de Notícias@.com / Por Adauto Silva

  • Ícone preto do Facebook
  • Ícone preto do Twitter
  • Ícone preto do Pinterest
  • Ícone preto do Instagram