Buscar
  • adautossilva

Falta energia e as máquinas da usina geradora de MPU estão indo embora.

As constantes faltas de energia em bairros da cidade de Manacapuru e pagões ocorridos no munícipio de Iranduba, tem deixado consumidores preocupados com a decisão da Eletrobrás Amazonas Distribuidora, de desmontar as duas usinas instaladas nos dois municípios durante o apagão ocorrido no período de 19 à 27 de julho do ano passado.

Com a desativação das duas usinas geradoras de energia os dois municípios passarão fazer uso exclusivo do Linhão de 69 kw, hoje interligado a Manaus através da linha aérea sobre a ponte Rio Negro.

Em Manacapuru diariamente o fornecimento de energia é interrompido em áreas diversas da cidade sem que se tenha uma explicação para o ocorrido. No fim de semana um apagão afetou o município de Iranduba e deixou os consumidores sem energia das 21h30 de domingo (8) e retornou às 1h50 da segunda-feira (9).

A maior preocupação, que hoje supera o desconforto dos apagões e cortes no fornecimento de energia, foi a anúncio do desmonte das usinas de geração de energia dos municípios de Iranduba e Manacapuru

Em nota, a concessionária Amazonas Energia informou que está realizando alívio de carga em Iranduba devido um problema na subestação que atende o município. "A subestação apresentou uma falha neste domingo (8), quando imediatamente a empresa começou os trabalhos para solucionar o problema", diz um trecho.

Em julho do ano passado, os moradores sofreram um apagão que durou três dias após vândalos tentarem furtar os cabos subaquáticos de 69 kV, que alimenta as cidades de Iranduba e Manacapuru.

Durante o apagão, moradores se reuniram e fecharam a estrada AM 070 em manifestação contra empresa Amazonas Energia. Durante o protesto, manifestantes furiosos queimaram pneus e montaram barricada para dificultar a passagem de motoristas.

©2019 Portal de Notícias@.com / Por Adauto Silva

  • Ícone preto do Facebook
  • Ícone preto do Twitter
  • Ícone preto do Pinterest
  • Ícone preto do Instagram