• adautossilva

Ex-delegado Sotero é condenado a 30 anos de prisão em regime fechado 

Com o pensamento voltado para um momento impensado, na foto o o delegado de Polícia Civil Gustavo Sotero recebe condenação a 30 anos e 2 meses de prisão pelo homicídio qualificado do advogado Wilson Justo Pinto em novembro de 2017. O júri popular durou três dias. Além de perder seu cargo de policial civil, Sotero teve pena acrescida por dois outros crimes cometidos durante a prática do homicídio em julgamento. Estão inclusos na pena total também a condenação por tentativa de homicídio de Mauricio Carvalho Rocha, além de lesão corporal contra a viúva de Wilson, Fabíola Rodrigues e Yuri José Paiva. Com a condenação, Sotero também perdeu seu cargo de policial civil.

©2019 Portal de Notícias@.com / Por Adauto Silva

  • Ícone preto do Facebook
  • Ícone preto do Twitter
  • Ícone preto do Pinterest
  • Ícone preto do Instagram