Buscar
  • adautossilva

Elas eram a cara da riquezas: Mãe e filha presas por estelionato




A dupla que é a cara da riqueza, Amanda Coelho Carro, 27 anos e a mãe dela Suzana Coelho Souza, 58, foi presa na tarde desta terça-feira 16/05, no bairro Distrito Industrial, em Manaus acusadas de estelionato após aplicarem golpes pela internet.


Durante a prisão os policiais recuperaram cerca de R$ 25 mil em joias, além de outros objetos que Amanda, acobertar a pela mãe, tinha comprado com cartões de crédito clonados.




De acordo com a Polícia as duas mulheres utilizavam dados de cartões de crédito de pessoas do Amazonas, e também de outros estados, para efetuarem as compras, por meio de um aplicativo.


Segundo publicação do portal G1, após a prisão, a filha confessou o crime e contou que um namorado, que mora no Rio de Janeiro, enviava os dados dos cartões de crédito das vítimas. No entanto, ela não conseguiu informar nome completo do homem, tampouco foto ou outras informações para que ele pudesse ser identificado. “Esse namorado repassava informações de cartão de crédito pra ela. Ela buscava empresas que tinham um link específico com uma operadora de cartão de crédito. Fizeram compras não só no estado do Amazonas, mas também fora”. Entre os itens comprados pela internet, a polícia recuperou joias, sapatos, cosméticos e material de cosntrução — Foto: Carolina Diniz/G1AM Um dos alvos das suspeitas foi uma joalheria da capital amazonense, onde elas conseguiram fazer três compras nos últimos meses. A prisão aconteceu no momento de uma das entrega das joias, após denúncia da proprietária da loja. “Pela quarta vez ela tentou realizar uma compra nessa joalheria. As três vezes tinha dado certo e ela se empolgou. A empresa já tinha sido comunicada pela operadora do cartão que algumas compras tinham sido contestadas pelas vítimas. Então eles avisaram a delegacia e nós fizemos a prisão”, relatou.

Segundo as investigações, a jovem praticava os crimes há, pelo menos, sete meses. “Ela já comprou eletrônicos, colchão, até cachorro de raça. E os itens ela revendia pela internet com uma conta falsa”, contou o delegado. Entre os objetos recuperados na casa da suspeita, os policias encontraram sapatos, cosméticos, joias, produtos de sex shop e material de construção.

A mãe da jovem, apontada como cúmplice, também foi presa. “Na prisão ontem, a mãe estava presente. A gente verificou que por diversas vezes ela avisava à mãe que ia chegar uma encomenda e pedia que ela fosse buscar, usando um óculos, e um boné, sem sair do veículo”, afirmou o delegado. Para o delegado, a estimativa é de que a suspeita trabalhava com dados de mais de 5 mil cartões de crédito para usar nas tentativas de compras.

A princípio, as mulheres serão indiciadas por estelionato. No momento da prisão, conforme o titular da delegacia, elas negaram o crime e afirmaram que a encomenda era um presente do namorado da jovem. “A residência delas era muito simples e humilde, foi uma das desconfianças do entregador, porque estava fora do padrão dos clientes da joalheria”, pontuou.



©2019 Portal de Notícias@.com / Por Adauto Silva

  • Ícone preto do Facebook
  • Ícone preto do Twitter
  • Ícone preto do Pinterest
  • Ícone preto do Instagram