• adautossilva

Dois Pais e dois estupros, barbáries difíceis de acreditar 

Barbárie I

"Eu rezei até ele adormecer enquanto ele me apalpar1 na cama", contou a criança em depoimento.

Em São Gabriel da Cachoeira, a polícia Civil cumpriu mandado de prisão contra um homem acusado do crime de estupro de vulnerável contra a própia filha de apenas 9 anos.

O mandado foi cumprido pelos policiais comandados pelo delegada Grace Louisa Souza Jardim. O caso aconteceu no mês de janeiro, quando o pai, que mora em outra comunidade e Já separado da mãe da vítima, o pai foi para a cidade de São Gabriel da Cachoeira e dormiu na casa em que as crianças vivem junto com a mãe. O pai chamou as duas filhas para dormir com ele, mas a menina de 12 anos conseguiu sair do quarto. A criança de 9 anos ficou deitada na cama com o pai, quando ele começou a passar as mãos no corpo dela e tentou tirar o short. A criança começou a rezar em voz alta e o pai adormeceu. De acordo com a delegada que investiga o caso, o autor é também autor de violência doméstica contra a ex companheira e que a ameaçou, caso ela não o deixasse dormir no local.

Barbárie II

"Ele foi deixar meu filho na escola e eu fugi para denunciar meu sofrimento", contou a jovem.

Em Borba no rio Madeira na tarde desta segunda-feira, 10/02, um homem de 50 anos, foi preso por manter em cárcere privado e estuprar a própria enteada, uma jovem de 20 anos. Segundo a gestora interina, a jovem era abusada pelo padrasto desde os nove anos de idade. O homem esperava a mãe da enteada dele sair para trabalhar, momento em que ele concretizava o ato criminoso.

Conforme Vieira, na data mencionada, a jovem, que estava presa há mais de uma semana na casa onde mora, situada no bairro São José, daquela cidade, conseguiu fugir do local, após o indivíduo ir deixar o filho dela, uma criança de três anos, na escola.

“O infrator não deixava a jovem sair ou ter um celular, para prevenir denúncias por parte dela. Quando ele saia pra qualquer lugar, ele trancava a porta e levava a chave e ainda ameaçava a vítima, porém, por um descuido dele, ela conseguiu fugir e delatar o caso na delegacia. Estamos investigando a possibilidade do filho da vítima ser do próprio padrasto”, disse Vieira.

Indiciamento - O homem foi autuado em flagrante por cárcere privado e estupro. Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, o infrator ficará custodiado na 74ª DIP, a disposição da Justiça.

©2019 Portal de Notícias@.com / Por Adauto Silva

  • Ícone preto do Facebook
  • Ícone preto do Twitter
  • Ícone preto do Pinterest
  • Ícone preto do Instagram